Lavradio Jazz Festival – pra quem ficar longe do Carnaval

O festival carioca é inspirado no Mardi Gras, tradicional festa que reúne milhares de americanos na cidade de Nova Orleans, com o foco totalmente voltado para a diversão e a alegria.

Lavradio Jazz Festival

A rua que empresta o nome ao festival receberá, de sábado (1º) a terça (4), das 13h às 18h30, oito bandas apresentando o melhor do jazz dixieland. O estilo é uma das marcas do Mardi Gras, Carnaval da cidade de Nova Orleans, nos Estados Unidos. A programação, gratuita, acontece em um palco montado em frente ao Santo Scenarium (Rua do Lavradio, 36).

Confira a programação:

Sábado, 1º
13h – Alma Thomas & Perdido Band “Louis Armstrong Tribute”
A cantora norte-americana Alma Thomas se apresenta com Perdido Band em um tributo a Louis Armstrong. O trompetista, cantor e band leader mudou o curso da história do jazz e é considerado por muitos críticos um dos mais importantes jazzmen da história. No repertório, “Cheek to Cheek”, “Autumn in New York”, “A Fine Romance”, “Don’t Be That Way” e “Let’s Call the Whole Thing Off”.

16h – Orleans Original Jazz
Altair Martins – trompete / Pedro Aune – contrabaixo e tuba / Fritz Meier – trombone / Gallus Bachmann – clarinete / Pedro Araujo – banjo/ Rodrigo Serra – percussão e washboard
O sexteto foi criado em 2010 para trazer o Dixieland, jazz de New Orleans, para o público do Rio de Janeiro. No repertório, clássicos como “When The Saints Go Marching In”, “You Are My Sunshine”, “Hello Dolly” e “Sweet Georgia Brown”. A partir destas canções, os músicos criam um ambiente sonoro de inventividade musical que faz com que cada apresentação da Orleans Original Jazz Band seja única.

Domingo, 2 

13h – São Jorge Brass Band
No domingo de Carnaval, o São Jorge Brass Band, capitaneado pelo trompetista inglês Tom Ashe, leva a tradição do Carnaval de rua de New Orleans para o Rio de Janeiro. Primeiro e único bloco de jazz, o grupo executa o melhor do ritmo, incluindo também o Ragtime e o Charleston.

16h – Quinteto Rádio Swing
O cantor, guitarrista e arranjador norte-americano Mark Lambert lidera seu quinteto formado por instrumentistas brasileiros. O grupo toca Jump Swing, fusão de Jazz e Rhythm & Blues. O ritmo foi popularizado após a Segunda Guerra Mundial por Louis Jordan, Ray Charles e Louis Prima. O gênero junta a espontaneidade do Jazz improvisado com os rítmos dançantes de R&B. Com sucessos como, “Let the Good Times Roll” , “Caldonia” e “Jump, Jive an’ Wail”. Além disso, Mark Lambert & Quinteto Radio Swing tocam as melhores músicas dançantes do R&B e Soul Americano.

Segunda-feira, 3
13h – Guitane Gypsy Jazz
O grupo tem uma formação e um repertório incomum no cenário carioca. Eles tocam a vertente do jazz criada na França pelo guitarrista cigano Django Reinhardt e seu parceiro, o violinista francês Stephano Grapelli. O jazz manouche, ou o jazz cigano, é ritmicamente rico e animado. No repertório, músicas como “Minor Swing”, ”Basin Street Blues”, “Djangology”, “Sweet Georgia Brown” e “Nuages”.

16h – Baixada Jazz Big Band
O grupo surgiu de um antigo sonho do trompetista Altair Martins, que contou também com a ajuda do amigo saxofonista e ativista cultural João Batista Morais. Composta por músicos moradores da Baixada Fluminense, o grupo têm um rico repertório que vai do jazz tradicional ao jazz contemporâneo.

Terça-feira,4
13h – Monte Alegre Hot Jazz Band
A Monte Alegre Hot Jazz Band é um grupo de Dixieland criado no Rio de Janeiro em 2009. O repertório é formado por arranjos de temas famosos compostos durante as primeiras décadas do século 20, como “Royal Garden Blues”, “That’s a plenty” e “Bourbon street parade”, somados a eternos clássicos como “When the Saints go marching in” e “Hello Dolly”.

16h – All That Jazz Band
Jesrael Silva – trompete / Libni Pimentel – trombone / Charles Kocerginskis – clarinete / Leandro Freixo – teclado/ Wagner Viana – baixo / Adilson Werneck – bateria / Barto Ferreira – banjo/ Paul Campbell – banjo e voz (em participação especial)
A All That Jazz Band é a mais antiga do Rio de Janeiro especializada no Hot Jazz, o estilo vibrante de New Orleans. O grupo foi criado em 1990, com o apoio do escritor e baterista amador, Fernando Sabino, que era um aficcionado do Jazz de New Orleans. O show apresenta os grandes sucessos do Jazz de New Orleans, incluindo também o Ragtime e o Charleston.

Fontes: Veja Rio e Destak

 

 

This entry was posted in Dicas, Notícias, Rio, Rio Antigo and tagged , , , , , . Bookmark the permalink.

Comments are closed.